Produção de vídeos: 9 passos fundamentais para o sucesso de seu treinamento

Apesar do fácil acesso à tecnologia nos dar a impressão de que realizar uma gravação é algo simples, nunca sabemos o que acontece por trás das câmeras – a parte mais importante do fluxo de produção de um vídeo é aquela que acontece muito antes da gravação começar: é na pré-produção, na fase de planejamento e logística, quando todos os objetivos e expectativas são tratados para serem refletidos no produto final.

Um projeto de vídeos educacionais pode apresentar alguns obstáculos inesperados e contratempos se não contar com um planejamento eficiente e um suporte técnico adequado – pensando neste desafio, preparamos um passo a passo simples e direto sobre o processo ideal de produção de vídeos. Pronto? Vamos lá!

  1. Objetivos: antes de tudo é preciso definir e repassar os objetivos definidos para o treinamento. O que sua organização deseja alcançar com esta ação? Qual é a mensagem que deseja transmitir? O foco do conteúdo é mais amplo ou mais restrito? Qual é a missão dos vídeos dentro do contexto geral de capacitação?
  2. Audiência: para criar conteúdos que atraiam e envolvam seus alunos precisamos saber com clareza quem são estas pessoas. Não foque em questões demográficas simples, mas explore questões mais profundas sobre seus profissionais: quais são seus problemas mais comuns relacionados ao tema? Onde e como costumam buscar por informações e ajuda? Com quais mídias eles realmente se conectam?
  3. Roteiro: o objetivo principal de um bom roteiro é desenvolver o conteúdo de seu treinamento de forma criativa, transmitindo a mensagem principal e endereçando todas as informações necessárias para a boa execução do projeto. O roteiro deve ser simples e de fácil entendimento, envolvente, interessante, emotivo (dependendo do tema) e também deve considerar detalhes práticos sobre locações, contratações (atores/apresentadores), adereços, cenários e ações.
  4. Planejamento de pré-produção: é hora de revisar o que foi produzido até o momento e organizar e planejar a etapa de gravação. Nesta fase são considerados todos os aspectos práticos (reunião de equipes, atores, apresentadores, maquiagem, figurinos) e técnicos (equipamentos, câmeras, baterias, licenças, autorizações) do projeto e também são definidos os horários e locais de gravação, além de planos de contingências para eventuais contratempos.
  5. Produção: chegamos ao grande dia! Agora é a hora de por à prova todo o trabalho realizado até aqui. Por conta da preparação realizada antes da filmagem a condução da gravação provavelmente será bem tranquila. – o maior desafio é manter todos calmos e relaxados para garantir naturalidade. A equipe de filmagem também garantirá a produção de imagens extras para cobrir e assegurar a edição final e para permitir alterações caso sejam necessárias.
  6. Edição: agora que as filmagens terminaram chegou o momento de começar a edição do material bruto. Boas edições seguem as orientações fornecidas pelo roteiro, criam interações que transmitem os objetivos traçados para o conteúdo e propõem cortes visualmente atraentes, que conduzem a audiência através das experiências propostas para o treinamento.
  7. Pós-produção: é neste momento que a magia acontece! Após os primeiros cortes na mesa de edição temos em mãos um material que ainda não explorou todo seu potencial – com a adição de efeitos especiais, animações e trilha sonora nós unimos todas as peças que finalmente transformarão a gravação realizada no vídeo educacional especialmente produzido para o seu público.
  8. Distribuição: chegou a hora de entregar esta nova experiência de aprendizado aos seus profissionais. Mesmo os vídeos educacionais precisam de uma estratégia de divulgação ou distribuição para alcançar corretamente seu público-alvo. Podemos começar definindo um título atraente, um calendário de divulgação e reforço, os meios em que estarão disponiveis ou como se dará a integração e a divulgação através de um LMS, por exemplo.
  9. Métricas e resultados: um dos grandes diferenciais dos treinamentos em e-Learning é a capacidade gerencial dos sistemas de treinamento. Certifique-se que sua empresa pode acompanhar o desempenho dos alunos ao longo do treinamento, da quantidade de visualizações ao nível de engajamento de seus colaboradores, passando pela efetividade da mensagem e do conteúdo. Este é um aspecto vital para o constante aprimoramento da experiencia de aprendizado de seus alunos!

A produção de vídeos vai muito além do “play” – da definição dos objetivos à mensuração de resultados, este é um caminho extremamente rico e interessante que merece ser explorado com cuidado para extrairmos o melhor de nossos recursos enquanto geramos materiais valiosos para o aprendizado corporativo!

 

Equipe Clarity Solutions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *