Como o Rapid Learning pode se tornar a solução ideal para o seu projeto de aprendizagem on-line

Ao traduzir literalmente do inglês o termo Rapid Learning, temos a expressão: “aprendizado rápido”.

Podemos, então, pensar e entender de imediato o Rapid Learning como um processo rápido de aprendizagem. Neste sentido, podemos imaginar a apresentação sintetizada de informações e conhecimentos, que permita um aprendizado direto e objetivo, o que colabora com a tendência de otimização de tempo, almejada tanto pelos aprendizes como pelas organizações.

Como os conteúdos aconselhados para esse modelo costumam ser menos densos, menos aprofundados e com recursos de interatividade mais limitados em sua construção, o Desenhista Instrucional (DI) opta por uma metodologia que agilize o processo de aprendizado.

Entretanto, o termo “rapid” não está associado somente à rapidez de aprendizagem citada acima. Em verdade, essa rapidez está mais associada à maneira de produzir os objetos educacionais, sejam eles cursos, e-Books, games, quizzes, etc.

Rápido para criar, produzir e consumir.

Portanto, o Rapid Learning envolve um processo rápido para criação e produção de objetos educacionais, além de objetivar agilidade no “consumo” dos conteúdos que são apresentados para quem aprende.

Um dos benefícios mais relevantes quando se opta pelo Rapid Learning é o tempo significativamente mais curto de produção do que o necessário para desenvolvimento de um e-Learning tradicional ou outro formato de elaboração técnica mais complexa.

Essa característica permite que projetos com prazos muito curtos e desafiadores, possam ser atendidos por meio do Rapid Learning.

Mas como se constrói o Rapid Learning?

Existem ferramentas de autoria, que facilitam muito a confecção de cursos nesse formato. Elas oferecem recursos intuitivos e não exigem conhecimentos de programação para a elaboração dos objetos.

Normalmente partem da inserção de apresentações desenvolvidas em softwares como o PowerPoint e, a partir de seus slides, permitem a inserção de efeitos animados e interativos. Recursos como quizzes e exercícios de tomada de decisão também podem ser facilmente adicionados para elevar o nível de interatividade e eficácia de aprendizagem.

Esse tipo de ferramenta também se baseia em templates o que garante maior produtividade com menor tempo de elaboração.

Em contrapartida, tais ferramentas impõem certos limites criativos, justamente por serem baseadas em templates e funcionalidades pré-definidas. Vale ressaltar, que tais limitações não significam reduzir qualidade técnica ou efetividade educacional.

Uma aplicação de Rapid Learning bem executada também pode garantir, além das vantagens já mencionadas, bons resultados em termos de engajamento e aprendizagem.

É importante destacarmos a importância do profissional que faz o uso desse tipo de ferramenta de autoria. Podemos fazer uma analogia com uma ferramenta tradicional como uma furadeira ou um simples martelo. Qualquer pessoa pode usar esse tipo de ferramenta, mas certamente o resultado obtido será inferior em termos de qualidade e produtividade do que se a utilização for feita por alguém com conhecimento e experiência em utilizá-las. A ferramenta é a mesma, mas os resultados podem ser bem diferentes.

E o Rapid Learning oferece outras vantagens?

Um curso desenvolvido no modelo Rapid Learning permite atualizações, revisões e eventuais expansões, de maneira ágil em seus conteúdos.

Exemplificando: vamos considerar um curso sobre regras para um determinado procedimento oficial, que sofre alterações frequentes. Imagine o custo e o trabalho, para atualizar um e-Learning tradicional ou um vídeo, cada vez que uma mudança nessas tais “regras oficiais” ocorrerem, a fim de manter o curso sempre atualizado.

Recorrendo ao Rapid Learning, sua organização será sempre capaz de viabilizar tais atualizações e ajustes de forma mais simples e ágil.

Engajamento e aplicabilidade prática

Aprendizes envolvidos em processos de aprendizagem on-line normalmente valorizam uma experiência personalizada que atenda seus objetivos, necessidades e lacunas pessoais de conhecimento.

Essa personalização pode garantir maior engajamento e aproveitamento do curso, sobretudo se o conhecimento for apresentado de forma objetiva e pouco cansativa.

A granularização do conhecimento, que consiste em formatar pílulas de aprendizagem, é uma estratégia que pode ser viabilizada pelo Rapid Learning. Isso favorece as demandas em que um aprendiz necessita de um conhecimento particular, num determinado momento para a execução de uma tarefa específica.  

Engajamento e envolvimento do aluno traduzem-se em maiores índices de intelecção e retenção de conhecimento, o que acaba por traduzir-se em experiências de aprendizado eficientes e eficazes.

E o Rapid Learning serve para qualquer demanda?

O Rapid Learning é uma solução educacional interessante e útil, mas que não deve ser usada como uma panaceia solucionadora de todos os problemas na educação corporativa.

Existem casos com necessidades específicas de aprofundamento em determinado tema ou da utilização de recursos educomunicacionais, em que o formato Rapid Learning não resolverá sozinho.

Para exemplificar, existem projetos em que a adoção de um formato mais sofisticado como a videoaula pode ser mais indicado para se abordar um conteúdo mais amplo e em maior profundidade. Esse formato demandará um investimento financeiro maior, mas pode garantir um resultado educacional melhor. Lembrando que um vídeo pode ser inserido dentro de um objeto produzido no modelo Rapid Learning, o que propicia uma combinação de formatos que pode aumentar a efetividade de aprendizagem.

Pense também que objetos no formato Rapid Learning podem ser intercalados com outras soluções em uma trilha de aprendizagem, como parte conectada e sintonizada dentro de um determinado plano educacional.

Em linhas gerais, é possível considerar alguns parâmetros que apontem o Rapid Learning como a solução mais indicada diante de uma determinada situação:

  • Orçamento reduzido para o projeto educacional;
  • Necessidade de agilidade na produção (prazo muito apertado);
  • Necessidade de atualizações frequentes do conteúdo;
  • Expectativa de aprendizado e aplicabilidade rápida do conteúdo, por parte dos aprendizes.

Caso restem dúvidas sobre a possibilidade ou necessidade de aplicar o modelo Rapid Learning em seu projeto de aprendizagem, faça contato com a nossa equipe de especialistas. Teremos satisfação em conversar sobre a sua demanda.

3 comments

  1. Mariane

    Quais softwares vcs recomendam para criação de rapid learning como e-books interativos, games e quizzes? Recomendam algum software gratuíto?

    1. admin

      Olá Mariane, agradecemos pelo seu comentário. Existem dezenas de opções de software para a criação de rapid learning. Nós utilizamos bastante o Articulate Storyline por ser uma ferramenta muito estável e completa, mas não é gratuita. Sugerimos a você visitar o link que segue para conhecer outras opções de ferramentas de autoria bem consolidadas e utilizadas em larga escala: https://elearningindustry.com/directory/software-categories/elearning-authoring-tools
      Esperamos ter ajudado.

      1. Mariane

        Legal! Muito obrigada pelas dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *